O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Um lugar para discutir questões ambientais que dizem respeito à electrificação do automóvel.
RJSC
Proprietário Leaf
Mensagens: 3178
Registado: 13 jan 2011, 20:27
Data de fabrico: 15 ago 2012
Capacidade bateria: 18kWh, 10 Barras
Localização: Aveiro

Re: O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Mensagem por RJSC » 05 fev 2019, 17:27

Aquela exceção dos veículos históricos nos sinais acima é que não se compreende... :roll: :roll:
Polui por 20 carros Euro 3 ou 10 Euro 2, mas como é antigo já pode contaminar os transeuntes à vontade.
Os transportes públicos dessas idades e veículos que queimam gasolina de mistura (óleo com gasolina) também deveriam estar proibidos.
Se querem ter veículos históricos a circular para os turistas verem convertam.
Por exemplo, em Aveiro, os barcos moliceiros em 2020 terão que estar todos convertidos em elétricos. E são embarcações históricas.

Avatar do Utilizador
Nonnus
Mensagens: 849
Registado: 10 set 2017, 04:43
Data de fabrico: 01 jun 2017
Capacidade bateria: 83,14 Ah 12 Barras

Re: O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Mensagem por Nonnus » 05 fev 2019, 22:59

Erbium Escreveu:
05 fev 2019, 15:59
Uma coisa é verdade! Falar em 4 anos num pais com um parque automóvel envelhecido como o português é um bocado não ter noção do que fala...
Eu tenho dúvidas que os 4 anos sejam verdade em países desenvolvidos quanto mais em Portugal!
Mas este não é o sr. que disse que a rede de carregamento de VE's em 2016 ia estar um espetáculo?! A 05-02-2019 ainda temos PCR's por ligar por falta de sabe-se lá o que, concursos de instalação de postos parado e por ai fora...
Como o pemifer eu também não estou a perceber o teu raciocínio! O homem não disse que no dia 1 de Janeiro de 2023 os carros a diesel iam acabar. Acho que este é o grande problema, as pessoas estão a interpretar mal as palavras do homem!

Os carros não vão ser proibidos de circular, vai é haver cada vez mais restrições e as marcas estão abandonar o diesel, logo é fácil ver que um carro a gasóleo comprado hoje, daqui a quatro anos vai perder mais valor do que o "normal", porque a tendência é as pessoas mudarem para híbridos, eléctricos ou a gasolina.

A Toyota já abandonou o diesel nos seus modelos, excepto na Hilux, Land Cruiser e na Proace. O meu colega de trabalho que vende Toyota disse-me o que o ministro disse há mais de 4 meses numa conversa que tivemos sobre este tema. Isto para dizer que o que homem disse, as pessoas que estão no ramo já sabem há muito tempo.
Proprietário de Nissan Leaf 30KWh desde: 25 de Setembro de 2017
- 9 meses depois 15/06/2018 30000km
- 12 meses depois 25/09/2018 40000km
- 16 meses depois 25/01/2019 60000km

Erbium
Proprietário Leaf
Mensagens: 1096
Registado: 06 ago 2016, 17:16
Data de fabrico: 18 nov 2014
Capacidade bateria: 55Ah - 11 barras
Localização: Margem sul

Re: O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Mensagem por Erbium » 06 fev 2019, 10:04

Nonnus Escreveu:
05 fev 2019, 22:59
Como o pemifer eu também não estou a perceber o teu raciocínio! O homem não disse que no dia 1 de Janeiro de 2023 os carros a diesel iam acabar. Acho que este é o grande problema, as pessoas estão a interpretar mal as palavras do homem!
Nem ele disse nem eu... ele disse e passo a citar "não vai ter grande valor na sua troca" e o que eu digo é que não será bem verdade em Portugal. O nosso parque automóvel é muito velho, quando isto se notar nos países desenvolvidos ainda vai demorar a notar-se em Portugal!
Nonnus Escreveu:
05 fev 2019, 22:59
Os carros não vão ser proibidos de circular, vai é haver cada vez mais restrições e as marcas estão abandonar o diesel, logo é fácil ver que um carro a gasóleo comprado hoje, daqui a quatro anos vai perder mais valor do que o "normal", porque a tendência é as pessoas mudarem para híbridos, eléctricos ou a gasolina.
Mais uma razão para o que o ministro disse não ser provável, daqui a uns anos se, SE, houver restrições em Portugal para os veículos a diesel os mais recentes (por ex. 2019) se calhar até vão valorizar pois ao contrário dos antigos ainda não estão impedidos de circular. :idea:

Temos uma rede "pioneira" de carregamento de VE's em Portugal desde 2011 (?), em 2019 está no estado em que está e vocês têm esperança que em 2023 os diesel não valem nada, estão impedidos de circular aqui e acolá, etc...?! :roll:
Imagem - Nissan Leaf MK2 24kWh

Avatar do Utilizador
pemifer
Proprietário Leaf
Mensagens: 2387
Registado: 15 fev 2016, 16:34
Data de fabrico: 27 mar 2018
Capacidade bateria: 109,30Ah
Localização: Lisboa

Re: O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Mensagem por pemifer » 06 fev 2019, 11:33

Erbium Escreveu:
06 fev 2019, 10:04
Nem ele disse nem eu... ele disse e passo a citar "não vai ter grande valor na sua troca" e o que eu digo é que não será bem verdade em Portugal. O nosso parque automóvel é muito velho, quando isto se notar nos países desenvolvidos ainda vai demorar a notar-se em Portugal!
Volto a referir que o nosso mercado não é indiferente ao mercado internacional.
Já hoje é enorme a quantidade de carros importados usados a circular.
A desvalorização dos carros na Europa vai fazer desvalorizar os carros nacionais.
Independentemente de o parque automóvel ser velho ou novo.
Basta haver cada vez mais cidades europeias a restringir, e até a proibir, como aconteceu recentemente numa zona de Londres, a circulação de veículos a combustão para a sua desvalorização aumentar a nível internacional e consequentemente em Portugal.

Avatar do Utilizador
brunoa
Mensagens: 345
Registado: 28 fev 2018, 15:21
Data de fabrico: 01 mai 2013
Capacidade bateria: 44,63 Ah 8 barras
Localização: Alverca do Ribatejo

Re: O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Mensagem por brunoa » 06 fev 2019, 14:52

Boa tarde,

A opinião dada pelo Ministro não deveria chocar ninguém, independentemente do sector onde operam.

No entanto e como já foi referido em opiniões anteriores existe um interesse instalado e uma mentalidade não muito informada que se assusta com muito pouco.

Na minha opinião, o combustível gasóleo ainda andará pelos veículos do mundo durante alguns anos, principalmente pela potencialidade que tem em veículos pesados de mercadorias, barcos, etc..
Agora nos particulares, foi uma ideia errónea que foi colocada na cabeça das pessoas que era mais barato. Tudo era justificado pelo diferencia de valores entre gasolina e gasóleo no pagamento no posto de abastecimento. Mas como já foi provado mais que mil vezes, que esta diferença apenas ainda é sustentada pelos benefícios fiscais que o gasóleo usufrui. Juntando a isso a "imposição" da armada alemã que vendia o sonho dos carros económicos, baratos e fiáveis (esqueçamos o Dieselgate por momentos). E é este ponto que me volta a assustar, pois no norte da Europa estão a trabalhar no sentido da mudança, mas em Portugal muito especificamente, ainda se valoriza em demasiado os belos E270CDI, ou 520D, ou ainda A4 2.0TDI. O que me leva a ponderar se num curto futuro não seremos a "lixeira" da Europa, recebendo de braços abertos e com alegria esses "cancro" que já mais ninguém quer.

É claramente uma ideia assustadora e muito pessoal, mas comando o pulso ao que aconteceu nos media, as opiniões emitidas por todos os intervenientes diretos no ramo automóvel e pela leitura que vou fazendo do artigos de opinião/blogs creio não estar muito longe da realidade

(espero bem que não :? :? )
Bruno R. Almeida

Leaf mk1 (Fev 2018 a ...) 12,98 kWh/100km

Avatar do Utilizador
noway
Mensagens: 266
Registado: 23 jul 2018, 08:39
Data de fabrico: 26 set 2018
Localização: Maia

Re: O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Mensagem por noway » 06 fev 2019, 15:34

brunoa Escreveu:
06 fev 2019, 14:52
O que me leva a ponderar se num curto futuro não seremos a "lixeira" da Europa, recebendo de braços abertos e com alegria esses "cancro" que já mais ninguém quer.
É exactamente este o problema que vamos ter. Estes carros vão ter preços espetaculares (porque ninguem os quer no resto da europa) e nós vamos importá-los como se não houvesse amanhã! Quem indicou/decidiu 2040 como data limite para "terminar" com os carros particulares a diesel não ponderou muito bem isto... e nós vamos continuar a respirar a porcaria do diesel durante largos e longos anos....

Se calhar até houve ponderação.... há que garantir o futuro da Petrogal/Galp e toda a capacidade instalada para refinar gasóleo... afinal os políticos que tomaram esta decisão estão só a proteger os seus futuros empregos... ao estilo do que o Pinho fez com as rendas da EDP...
Nissan Leaf Tekna 40kWh desde 26-Set-2018

Avatar do Utilizador
brunoa
Mensagens: 345
Registado: 28 fev 2018, 15:21
Data de fabrico: 01 mai 2013
Capacidade bateria: 44,63 Ah 8 barras
Localização: Alverca do Ribatejo

Re: O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Mensagem por brunoa » 07 fev 2019, 12:40

noway Escreveu:
06 fev 2019, 15:34
(...) há que garantir o futuro da Petrogal/Galp e toda a capacidade instalada para refinar gasóleo...(...)
O que do ponto de vista industrial/comercial é um disparate, pois refinar o gasóleo é dos processos mais morosos e custosos de 1 refinaria.

Agora, também sou crente na questão dos empregos milionários e dos imposto que são sorvidos deste combustível!
Bruno R. Almeida

Leaf mk1 (Fev 2018 a ...) 12,98 kWh/100km

Avatar do Utilizador
BrunoFonseca
Mensagens: 683
Registado: 16 jul 2018, 12:32
Data de fabrico: 29 mai 2018

Re: O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Mensagem por BrunoFonseca » 16 fev 2019, 13:57

Vamos lá ver se as declarações do Brice Fabry da Nissan também vão levar os "petrolhead" ao desespero, ou por não fazer parte do governo será simplesmente ignorado

http://exameinformatica.sapo.pt/mobilid ... -tem-razao

Avatar do Utilizador
Nonnus
Mensagens: 849
Registado: 10 set 2017, 04:43
Data de fabrico: 01 jun 2017
Capacidade bateria: 83,14 Ah 12 Barras

Re: O ministro constatou um facto... Outros em 2021 proíbem.

Mensagem por Nonnus » 16 fev 2019, 20:58

:clap: :clap:

Na minha opinião entrevista muito boa, com a qualidade que o Sérgio Magno já nos habitou. Ao ler essa entrevista veio-me a ideia que esclarece N questões levantadas em vários tópicos aqui no fórum. É certo que o homem tem de vender o peixe dele, mas ainda assim acho que pudemos tirar muitas conclusões.
Proprietário de Nissan Leaf 30KWh desde: 25 de Setembro de 2017
- 9 meses depois 15/06/2018 30000km
- 12 meses depois 25/09/2018 40000km
- 16 meses depois 25/01/2019 60000km

Responder

Voltar para “Questões Ambientais”