Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Toda a discussão relativa a Pontos de Carregamento também conhecidos por EVSE (Electric Vehicle Supply Equipment) vem para aqui.
Avatar do Utilizador
mjr
Administrador do site
Mensagens: 8641
Registado: 04 jan 2011, 15:55
Data de fabrico: 30 mai 2018
Capacidade bateria: 114.8 Ah 12 barras
Localização: Porto

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por mjr » 10 set 2019, 08:39

rnlcarlov Escreveu:
10 set 2019, 07:40
migle Escreveu:
09 set 2019, 22:51
Lá porque em Espanha é caro, e na Noruega tudo é mais caro (não apenas o carregamento), não vamos extrapolar e dizer que em Portugal é das mais baratas...

PS: Comparar o preço dos PCRs de 50kW com preços de HPCs é batota.
E Espanha ser caro é relativo. Rede IBIL e Endesa upa upa. Easycharger e Iberdrola são 30c/kWh. Cá não fica menos que isso salvo alguns pcrs de cidade subsidiados, e o me carro carrega rápido para aproveitar a tarifa da prio. Com rapidgates e ioniq2019gates, estes preços de Espanha não são maus.
30c/kW.h é um bom preço, mas cá consegues mais barato em alguns locais, especialmente nas cidades e/ou com a tarifa bi-horária em vazio. Na AS Estarreja fica mais barato que isso, mas em todos os da Galp fica mais caro. De facto é um bom preço.
Nissan Leaf 40 Tekna preto, entregue em 30 de maio de 2018. 25000km em 2019-07-27.
Nissan LEAF mk1 Preto, entregue em 7 de julho de 2011. 162000 km em 2019-07-27.
Tesla Model 3 LR preto entregue em 2019-03-06. 13500km em 2019-07-27.
Sócio da associação de Utilizadores de Veículos Elétricos, UVE: http://www.uve.pt

Ricardo
Mensagens: 153
Registado: 14 nov 2017, 00:38
Data de fabrico: 01 jan 2011
Capacidade bateria: 65,5 Ah

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por Ricardo » 10 set 2019, 10:00

Eu sou a favor da merdi.e. Acho que é um modelo bonito, bem arranjadinho, com uns tachinhos à maneira. Parabéns Portugal. Sempre na senda do progresso. Mais uma via verde em potência. Que atrasadinhos os Alemães, que não têm via verde, coitados. Desculpem, mas, se realmente a Tesla provou alguma coisa é que, e acho que aqui todos podemos concordar, têm que ser os fabricantes a mexer-se. Nem a fastned, que também é promissora, consegue safar-se sem subsidios, ou não conseguia a última vez que li acerca deles. Por falar em Ionity, já estão a construir 4 estações em Espanha. E também, agora a Hyundai faz parte da Ionity. Quem disse que os Leaf chademo estão condenados? Nah. Bem. All hail our German overlords. A Inglaterra ganhou a guerra mas a Alemanha ganhou a paz e nós temos... rede multibanco. (Por acaso a nossa rede multibanco é de facto muito boa)

Avatar do Utilizador
t3lmo
Mensagens: 570
Registado: 04 ago 2012, 13:29
Data de fabrico: 31 out 2014
Capacidade bateria: 36,8Ah + 60Ah
Localização: Sintra

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por t3lmo » 10 set 2019, 10:21

migle Escreveu:
09 set 2019, 22:46
t3lmo Escreveu:
09 set 2019, 22:41
A BMW (ChargeNow) tem para os seus clientes BMW, postos MOBI.E gratuitos (assumindo os custos) e outros com tarifas simples e mais em conta. E paga-se com Paypal.
Como é que isto funciona? Se um OPC não pode discriminar utilizadores pelo CEME... E a TAR?
É possível carregar nesses postos com um cartão de outro CEME?
Sim, é possível, são postos normais, onde o CEME suporta os custos para os seus clientes e o OPC recebe da mesma forma que nos restantes utilizadores, sem qualquer distinção. Um exemplo, posto do Strada em Odivelas é grátis para clientes ChargeNow, energia e OPC.
e·carga    ekoway ML5000 Dez-2011 · 34.333km
             Outlander PHEV Dez-2014 · 60.000km
             Bmw C Evolution Set-2015 · 52.000km
             Peugeot iOn Jan-2017 · 38.00km

Avatar do Utilizador
rimsilva
Proprietário i3
Mensagens: 1352
Registado: 31 mar 2016, 14:40
Data de fabrico: 15 mar 2016
Capacidade bateria: 60 Ah
Localização: Vila Nova de Gaia

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por rimsilva » 10 set 2019, 12:25

Continua-se a bater no ceguinho da mobi.e (a incompetência das pessoas pode ter diversas razões e sabendo-se essas razões é perfeitamente possivel mudar as coisas ou as pessoas...), quando o grande mal da ME está na falta de estratégia.

Depois da estratégia, precisávamos de leis simples e claras que permitam a implementação da estratégia inicialmente definida.

Infelizmente, em Portugal até hoje nunca existiu uma boa estratégia, apenas medidas avulso, sem qualquer preocupação em definir (e sobretudo controlar) prazos de implementação.

Volto a dizer que o concurso para a instalação de 14 PCR's nas cidades foi a maior aberração que poderia ter sido feito até hoje e agora passado 2 anos continuamos a ver os operadores a instalar PCR's nas cidades ficando a ME a nível do país muito limitada, porque como é obvio as entidades privadas procuram o lucram, não são associações de caridade!

Quem deveria ter feito essa "caridade" era o governo/ a mobi.e (chamem o que quiserem), colocando PCR's no "deserto" para que cada vez mais e mais VE's pudessem sair das cidades, tornando a ME uma realidade ao nível do país, em vez de ser só Lisboa e Porto, nessa altura já os operadores privados passariam a instalar postos em todo o pais!

Este sim, era o modelo que serviria Portugal, e que precisa de intervenção do Estado, caso contrário continuaremos a ter 0 postos na A25, os mesmos postos de 2017 na A2, etc... Claro que ter os CEME a "roubar" margem de lucro aos operadores não ajuda, assim como o arrastar da fase pagamento nos PCN's também.

Relativamente à charge Now de facto é uma tentativa da BMW de melhorar o serviço dos seus clientes e Portugal, não se compara a outros países e mercados (com a oferta de carregamentos), mas já é algo.

Já pensei em criar um tópico sobre o tema, mas não tenho tido tempo para reunir todas a informação, caso a informação que me foi dada pela charge now esteja efectivamente correcta, a grande vantagem será a simplicidade.
A aplicação da charge now mostra (em função dos carregadores) um preço por kWh ou tempo e é esse o preço final a pagar pelo cliente, não havendo necessidade de se preocupar com tarifas de CEME's e OPC.

Avatar do Utilizador
frankesousa
Mensagens: 458
Registado: 17 abr 2018, 00:11
Data de fabrico: 20 fev 2016
Capacidade bateria: 70,40 Ah 12 barras

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por frankesousa » 10 set 2019, 14:47

rimsilva Escreveu:
10 set 2019, 12:25
A aplicação da charge now mostra (em função dos carregadores) um preço por kWh ou tempo e é esse o preço final a pagar pelo cliente, não havendo necessidade de se preocupar com tarifas de CEME's e OPC.
Isso é exactamente o que ando a dizer há vários meses quando "defendo" o modelo.

Os CEME se tivessem vontade podiam perfeitamente ter uma APP/Serviço pago de forma simples (cartão ou paypal ou sei lá mais quê) e que mostrava o preço por kWh ou por minuto final.
E no final da operação até mostrava o valor real final.
Isto tudo em cima do tal "modelo estúpido" e cumprindo as tais "leis parvas e desactualizadas"

(eu sei que existe a cena dos 3 dias até ser definitivo a contagem, mas isso é fácil, se houver alterações logo o sistema cobra ou devolve a diferença)

Finalmente alguém com vontade.
(Só falta terem mais oferta de carros 100% eléctricos :mrgreen: )
Leaf Acenta 30kWh de 2016
4/2018 - 37.000Km (72,98Ah - 12 Barras)
10/2018 - 47.500km (71,75Ah - 12 Barras - 90,27% SOH)
02/2019 - 60.200km (70,40Ah - 12 Barras - 88,57% SOH)
Associado UVE

Avatar do Utilizador
fbatista
Mensagens: 17
Registado: 11 fev 2019, 09:50
Data de fabrico: 01 mai 2019
Capacidade bateria: 65,5 Ah

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por fbatista » 10 set 2019, 15:51

Gosto do modelo em Espanha apesar de em alguns casos ser caro (0,50€/kwh em Estações de Serviço). Gosto especialmente de como a Easycharger está a implementar a rede de carregamento e a possibilidade de outros fornecedores de energia usarem APP.
Preço da Easycharger é de 0,30€/kwh em postos rápidos e 0,22€/Kwh em postos AC de 22KW. E quem tem Nissan tem desconto 50%. Estão a escolher nós de Autoestrada (fora tipo Tesla) em que seja facil acesso quem vai nos dois sentidos).
Não necessita de qualquer contrato. É so instalar APP, adicionar cartao credito, chegar carregar e pagar de imediato...ainda mais simples que MB.
Nissan Leaf 40 N-Connecta Solid Red, encomendado em 2019-02-15

Avatar do Utilizador
frankesousa
Mensagens: 458
Registado: 17 abr 2018, 00:11
Data de fabrico: 20 fev 2016
Capacidade bateria: 70,40 Ah 12 barras

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por frankesousa » 10 set 2019, 16:16

fbatista Escreveu:
10 set 2019, 15:51
Gosto do modelo em Espanha apesar de em alguns casos ser caro (0,50€/kwh em Estações de Serviço). Gosto especialmente de como a Easycharger está a implementar a rede de carregamento e a possibilidade de outros fornecedores de energia usarem APP.
Preço da Easycharger é de 0,30€/kwh em postos rápidos e 0,22€/Kwh em postos AC de 22KW. E quem tem Nissan tem desconto 50%. Estão a escolher nós de Autoestrada (fora tipo Tesla) em que seja facil acesso quem vai nos dois sentidos).
Não necessita de qualquer contrato. É so instalar APP, adicionar cartao credito, chegar carregar e pagar de imediato...ainda mais simples que MB.
E qual seria o problema de fazer exactamente isso aqui em Portugal?

Uma EDP, que é OPC e CEME, montava um desses "parques de carregamento" num qualquer local do pais, tinha uma APP que era do seu CEME, associavas o cartão e pagavas por lá, tudo igual ao que dizes que gostas em Espanha.

Melhor, em Portugal qualquer cliente de outro CEME poderia na mesma usar os carregadores dessa estação, mesmo que não tivesse a APP mas tivesse um cartão de outro CEME.

Os preços também seria parecidos, já que nos PCR da EDP, aquilo custa uns 0.16+0.09, o que dá uns 0.34€/kWh ou menos (preço final, com iva e tudo) no modelo de hoje. Mas o CEME não tem qualquer obrigação de não poder fazer desconto nos seus postos, só ao contrario.
Portanto o CEME EDP podia pela sua APP fazer um preço especial nos seus postos.
(penso não estar enganado, mas só os OPC não podem discriminar os cartões de CEME, o contrario é possível)

Mais uma vez, só falta "cojones" aos CEME portugueses, o modelo não limita nada disso.
Leaf Acenta 30kWh de 2016
4/2018 - 37.000Km (72,98Ah - 12 Barras)
10/2018 - 47.500km (71,75Ah - 12 Barras - 90,27% SOH)
02/2019 - 60.200km (70,40Ah - 12 Barras - 88,57% SOH)
Associado UVE

Avatar do Utilizador
fbatista
Mensagens: 17
Registado: 11 fev 2019, 09:50
Data de fabrico: 01 mai 2019
Capacidade bateria: 65,5 Ah

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por fbatista » 10 set 2019, 16:30

frankesousa Escreveu:
10 set 2019, 16:16
fbatista Escreveu:
10 set 2019, 15:51
Gosto do modelo em Espanha apesar de em alguns casos ser caro (0,50€/kwh em Estações de Serviço). Gosto especialmente de como a Easycharger está a implementar a rede de carregamento e a possibilidade de outros fornecedores de energia usarem APP.
Preço da Easycharger é de 0,30€/kwh em postos rápidos e 0,22€/Kwh em postos AC de 22KW. E quem tem Nissan tem desconto 50%. Estão a escolher nós de Autoestrada (fora tipo Tesla) em que seja facil acesso quem vai nos dois sentidos).
Não necessita de qualquer contrato. É so instalar APP, adicionar cartao credito, chegar carregar e pagar de imediato...ainda mais simples que MB.
E qual seria o problema de fazer exactamente isso aqui em Portugal?

Uma EDP, que é OPC e CEME, montava um desses "parques de carregamento" num qualquer local do pais, tinha uma APP que era do seu CEME, associavas o cartão e pagavas por lá, tudo igual ao que dizes que gostas em Espanha.

Melhor, em Portugal qualquer cliente de outro CEME poderia na mesma usar os carregadores dessa estação, mesmo que não tivesse a APP mas tivesse um cartão de outro CEME.

Os preços também seria parecidos, já que nos PCR da EDP, aquilo custa uns 0.16+0.09, o que dá uns 0.34€/kWh ou menos (preço final, com iva e tudo) no modelo de hoje. Mas o CEME não tem qualquer obrigação de não poder fazer desconto nos seus postos, só ao contrario.
Portanto o CEME EDP podia pela sua APP fazer um preço especial nos seus postos.
(penso não estar enganado, mas só os OPC não podem discriminar os cartões de CEME, o contrario é possível)

Mais uma vez, só falta "cojones" aos CEME portugueses, o modelo não limita nada disso.
Sim concordo, podiam fazer melhor em Portugal com o modelo atual mas não fazem.
Nissan Leaf 40 N-Connecta Solid Red, encomendado em 2019-02-15

Avatar do Utilizador
rimsilva
Proprietário i3
Mensagens: 1352
Registado: 31 mar 2016, 14:40
Data de fabrico: 15 mar 2016
Capacidade bateria: 60 Ah
Localização: Vila Nova de Gaia

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por rimsilva » 11 set 2019, 09:27

frankesousa Escreveu:
10 set 2019, 14:47
rimsilva Escreveu:
10 set 2019, 12:25
A aplicação da charge now mostra (em função dos carregadores) um preço por kWh ou tempo e é esse o preço final a pagar pelo cliente, não havendo necessidade de se preocupar com tarifas de CEME's e OPC.
Isso é exactamente o que ando a dizer há vários meses quando "defendo" o modelo.

Os CEME se tivessem vontade podiam perfeitamente ter uma APP/Serviço pago de forma simples (cartão ou paypal ou sei lá mais quê) e que mostrava o preço por kWh ou por minuto final.
E no final da operação até mostrava o valor real final.
Isto tudo em cima do tal "modelo estúpido" e cumprindo as tais "leis parvas e desactualizadas"

(eu sei que existe a cena dos 3 dias até ser definitivo a contagem, mas isso é fácil, se houver alterações logo o sistema cobra ou devolve a diferença)

Finalmente alguém com vontade.
(Só falta terem mais oferta de carros 100% eléctricos :mrgreen: )
Só que isto simplifica é um facto (como também o referi), mas não resolve o problema de raiz, que é ter um interveniente a mais no processo, que não traz valor acrescentado ao processo e que no final "rouba" o lucro ao OPC.

Podem dizer que o OPC teria de comprar a energia de qualquer forma, sim podia, mas isso já era um problema seu e do seu poder de negociação para conseguir o melhor preço possivel.

Avatar do Utilizador
mjr
Administrador do site
Mensagens: 8641
Registado: 04 jan 2011, 15:55
Data de fabrico: 30 mai 2018
Capacidade bateria: 114.8 Ah 12 barras
Localização: Porto

Re: Modelo da Mobilidade Elétrica em Portugal

Mensagem por mjr » 11 set 2019, 12:03

Uma pequena achega:

Como sabem a tarifa de potência contratada para a ME não possui termo fixo, estando incorporada na TAR da energia. Ora num modelo simplificado onde o OPC fizesse um contrato de compra de energia com um CE, teria de nesse caso pagar a potência contratada, valor fixo mensal.

Por exemplo para dois postos de 22kW a potência contratada seria de 3x60A o que daria à volta de 60€ por mês de custos fixos. Para os PCRs o valor seria muito superior, naturalmente.

Para mim parece ser um valor elevado e uma barreira à entrada de OPCs, especialmente em locais com uma utilização expectável baixa.
Nissan Leaf 40 Tekna preto, entregue em 30 de maio de 2018. 25000km em 2019-07-27.
Nissan LEAF mk1 Preto, entregue em 7 de julho de 2011. 162000 km em 2019-07-27.
Tesla Model 3 LR preto entregue em 2019-03-06. 13500km em 2019-07-27.
Sócio da associação de Utilizadores de Veículos Elétricos, UVE: http://www.uve.pt

Responder

Voltar para “Carregamento”