Apresentação e dúvida

Aqui podem e devem apresentar-se e dizer-nos porque estão interessados no NISSAN LEAF. Vamos fazer uma grande comunidade de discussão e de partilha de assuntos relacionados com uma das maiores revoluções da mobilidade humana dos últimos tempos.

Re: Apresentação e dúvida

Mensagempor cfvp » 12 nov 2017, 20:49

jfr2006 Escreveu:Bem vindo!

O posto no fórum Coimbra não está desligado. A tomada CEE funciona, mas neste caso aconselhava a arranjar um EVSE de 16A para tirar melhor proveito da tomada.

Trabalha em que zona de Coimbra?

No seu caso a melhor solução que vejo é mesmo usar o PCR, dado que é das poucas coisas que ainda funciona em Coimbra. A questão vai mais ser quais vão ser os preços quando for a pagar.

Mas mesmo morando no rés-do chão, acho que um cabo de uma janela par ao carro seria uma boa solução provisória até arranjar uma garagem ;)

Ah ainda bem. Há bocado vi no electromaps e estava como não funcional, mas já vi que fez uma actualização.
Tenho que averiguar isso do EVSE, já ouvi dizer que é recomendável ter.

Trabalho no chão do bispo.

Pois, também há essa questão dos preços. Será que os PCR ficarão muito caros? E os normais?

Sim, o cabo de uma janela até pode funcionar como solução provisória, mas não como definitiva. Por isso preferia ter tudo já preparado para não ter que passar por aí.

BrunoAlves Escreveu:Bem vindo ;)

Parabéns pela decisão. Mas, nesta altura, sem hipótese de carregar por meios próprios, eu ponderava muito bem... Para tão poucos km/dia, se calhar nem era um carro eléctrico que precisavas ;)

Podes safar-te facilmente no PCR de Coimbra, basta passares lá meia hora e tens autonomia para 2 semanas. Mas se calhas a apanhá-lo fora de serviço, ficas lixado.
Podes ir ao Forum (a CEE funciona mesmo que o posto esteja desligado) mas está muitas vezes ocupado. Deixam carregar nas cargas, vê no electromaps. Mas se não te calha a ir lá ou está indisponível, ficas lixado.
A hipótese de uma extensão esticada uma noite 1x por semana deve funcionar sem grandes sobressaltos. Convinha um EVSE (e uma tomada!) capaz de trabalhar a 16A para maior velocidade de carga.
Com sorte a reabilitação da rede de PCN fica pronta em breve (mal de nós se não fica) e podes safar-te. Mas depender exclusivamente dela é um risco.

Se precisas de trocar de carro, deves sem duvida ponderar um eléctrico. Mas não te esqueças que não moras em Lisboa, os recursos aqui são menos (mas para bem de nós, também a concorrência nos postos :-P ) e, não tendo forma de carregar em casa, a experiência pode conhecer alguns sobressaltos ;)

É verdade, pela utilização que provavelmente o carro terá, um carro a combustão saía mais barato. Mas não sei bem porquê os carros a combustão não me atraem muito, os eléctricos fazem mais sentido na minha cabeça. Deve ser não só por causa das vantagens que mencionei, como também o facto de estarem mais ligados às novas tecnologias. Basicamente, a meu ver, são os veículos do futuro. Por isso estar a investir num a combustão dá-me a sensação de estar a investir numa tecnologia prestes a ser ultrapassada. O que não é bem a realidade, eu sei.

Pois é isso, o problema é esse, se o posto está indisponível ou ocupado. Mas é estranho isso acontecer frequentemente com os postos de carregamento. Alguém sabe porquê?
Por exemplo é raro eu ver bombas de gasolina avariadas, mas se calhar não é uma boa comparação.
A extensão poderia funcionar algumas vezes, mas depender dela também seria um risco, especialmente porque muitas vezes é difícil arranjar estacionamento perto.
Sim, eu estou com esperanças que a rede PCN fique funcional de uma vez por todas. É preferível que seja a pagar mas ficar a funcionar em condições, do que ser gratuita e não estar a funcionar. Nesse caso o risco seria menor, mas claro há sempre um risco.

Eu não vou trocar porque não tenho nenhum, é mesmo um carro novo, o primeiro. Quando fala dos recursos, está-se a referir apenas à quantidade de postos de carregamento ou também quanto à sua manutenção?

CASM Escreveu:Eu vivo no 3º andar, e estive 5 meses a carregar o carro com uma extenção, enquanto não colocava electricidade na garagem. Com o novo leaf e fazendo poucos km por dia, com uma carga durante a noite, dá para duas semanas.

Estou a ver. Pois mas lá está, é uma solução provisória. Sim, deve dar para 2 semanas, mas não seria pior tentar carregar pelo menos 1x por semana. No entanto certamente vou fazer mais kms que isso. Quando falei nos 8km estava apenas a referir-me ao percurso casa-trabalho, mas não será o único percurso que vou fazer a semana toda. Também estou a contar de fazer umas viagens ocasionais mais longas nos fins-de-semana.

Obrigado pelas respostas.
cfvp
 
Mensagens: 7
Registado: 11 nov 2017, 23:14

Re: Apresentação e dúvida

Mensagempor BrunoAlves » 12 nov 2017, 23:59

A comprar, um eléctrico é sempre melhor que o fumarento, sem dúvida ;)

Pois é isso, o problema é esse, se o posto está indisponível ou ocupado. Mas é estranho isso acontecer frequentemente com os postos de carregamento. Alguém sabe porquê?

Tem a ver com vários factores. Por um lado, os postos foram instalados em 2011 e nunca viram "amor" até agora (há uma reparação em curso no país todo que ainda não chegou cá - e que anda devagariiiiiinho), depois é o facto (que não percebo) de os postos estarem expostos aos elementos (não há uma porra de uma cobertura) e finalmente, porque alguns utilizadores não têm o mínimo de cuidado a usar o equipamento. Somando tudo, a rede foi decaindo até ao ponto miserável em que se encontra. Os PCR vieram dar um pouco de alento a isto (até porque são isso mesmo - rápidos) mas...
Enfim, há novos postos rápidos prometidos a caminho, há a reparação da rede de carregamento "normal" em curso, há o upgrade de velocidade de alguns postos normais, há a promessa de se começarem a pagar os PCR, etc. Estou optimista para o futuro próximo ;)
Se forem conduzir, não bebam. Se forem beber, chamem-me!!! :D
Avatar do Utilizador
BrunoAlves
Proprietário Ioniq EV
 
Mensagens: 1966
Registado: 30 abr 2016, 12:39
Localização: Mealhada
Data de fabrico: 16 jun 2014
Capacidade bateria: 57Ah

Re: Apresentação e dúvida

Mensagempor LuisG » 13 nov 2017, 10:16

Bem vindo!
Para 8km's dia escolheria uma bicicleta :lol:
Fora de brincadeira, faz muito bem equacionar à possibilidade de VE. Depois de conduzir um CI e um VE realmente conclui-se que um está completamente ultrapassado.
Como já se disse ter garagem é importante para se ter independência e autonomia para não depender da rede. Contudo, depender da rede é uma inevitabilidade.
Já chegou à conclusão que tem 2 ou 3 soluções, se uma não funcionar tem sempre um plano B.
Carregar uma vez por semana num r/c com extensão ? Big deal! Sem stress.
Consegue chegar ao Leaf2.0? Ótimo, excelente escolha! Com esse carro, os km's que faz atualmente basta carregar de 15 em 15 dias no pcr se necessário. Quanto ao custo desse carregamento ainda não se sabe mas mesmo que seja igual ao combustível, sinceramente não acredito, terá sempre mais benefícios com o VE, nomeadamente nos impostos e manutenção.
E no local de trabalho, não tem hipótese de carregar. A filosofia é essa, carregar quando está imobilizado!
Boa sorte na equação ;)
AQS termossifão 300Ltrs + AC 1000W
Sócio da associação de utilizadores de veículos elétricos, http://www.uve.pt
DB SR Leaf
Avatar do Utilizador
LuisG
Proprietário Leaf
 
Mensagens: 565
Registado: 24 nov 2016, 09:57
Localização: Alenquer
Data de fabrico: 24 mar 2017
Capacidade bateria: 83,89 AHr

Re: Apresentação e dúvida

Mensagempor Erbium » 13 nov 2017, 10:18

Bem vindo.

Também sou da opinião que comprar VE e confiar na rede pública é muito arriscado mesmo fazendo poucos km's e tendo ai um PCR próximo...

BTW: relativamente ao cabo a passar da janela para o carro... cuidado com isso, podes ter problemas!
Imagem - Nissan Leaf MK2 24kWh
Erbium
Proprietário Leaf
 
Mensagens: 587
Registado: 06 ago 2016, 17:16
Localização: Margem sul
Data de fabrico: 0-11-2014
Capacidade bateria: 58Ah - 12 barras

Re: Apresentação e dúvida

Mensagempor cfvp » 14 nov 2017, 00:08

BrunoAlves Escreveu:A comprar, um eléctrico é sempre melhor que o fumarento, sem dúvida ;)

Pois é isso, o problema é esse, se o posto está indisponível ou ocupado. Mas é estranho isso acontecer frequentemente com os postos de carregamento. Alguém sabe porquê?

Tem a ver com vários factores. Por um lado, os postos foram instalados em 2011 e nunca viram "amor" até agora (há uma reparação em curso no país todo que ainda não chegou cá - e que anda devagariiiiiinho), depois é o facto (que não percebo) de os postos estarem expostos aos elementos (não há uma porra de uma cobertura) e finalmente, porque alguns utilizadores não têm o mínimo de cuidado a usar o equipamento. Somando tudo, a rede foi decaindo até ao ponto miserável em que se encontra. Os PCR vieram dar um pouco de alento a isto (até porque são isso mesmo - rápidos) mas...
Enfim, há novos postos rápidos prometidos a caminho, há a reparação da rede de carregamento "normal" em curso, há o upgrade de velocidade de alguns postos normais, há a promessa de se começarem a pagar os PCR, etc. Estou optimista para o futuro próximo ;)

Percebo. A falta de manutenção deve ser mesmo o mais grave, porque por exemplo muitos dos parquímetros estão na mesma situação (sem cobertura) e acho que não dão tantos problemas.
Será que em Coimbra os PCN vão ser actualizados para 22kW? Bem mas também penso que o Leaf (actual e novo) nem suporta tanto, pois não? Eu sei que suporta até 50kW em DC com CHAdeMO, mas os PCN são AC, não é?
Para mim se puserem os postos a funcionar mesmo com os 3.68kW já é óptimo.

LuisG Escreveu:Bem vindo!
Para 8km's dia escolheria uma bicicleta :lol:
Fora de brincadeira, faz muito bem equacionar à possibilidade de VE. Depois de conduzir um CI e um VE realmente conclui-se que um está completamente ultrapassado.
Como já se disse ter garagem é importante para se ter independência e autonomia para não depender da rede. Contudo, depender da rede é uma inevitabilidade.
Já chegou à conclusão que tem 2 ou 3 soluções, se uma não funcionar tem sempre um plano B.
Carregar uma vez por semana num r/c com extensão ? Big deal! Sem stress.
Consegue chegar ao Leaf2.0? Ótimo, excelente escolha! Com esse carro, os km's que faz atualmente basta carregar de 15 em 15 dias no pcr se necessário. Quanto ao custo desse carregamento ainda não se sabe mas mesmo que seja igual ao combustível, sinceramente não acredito, terá sempre mais benefícios com o VE, nomeadamente nos impostos e manutenção.
E no local de trabalho, não tem hipótese de carregar. A filosofia é essa, carregar quando está imobilizado!
Boa sorte na equação ;)

Tem razão, é possível ir de bicicleta :). Eu até já fui a pé, mas o problema é que a parte final do percurso é uma subida muito íngreme e chego lá acima todo estoirado.
Pois eventualmente todos nós dependemos da rede, uns mais que outros.
A ideia será essa, caso vá para a frente. Isto é, por exemplo depender dos carregadores públicos e em caso de impossibilidade carregar em casa com uma extensão. Contudo ainda tenho que ver melhor, mas estas seriam as soluções mais simples.
Sim, consigo chegar ao Leaf2.0 mas preferia que o preço baixasse mais um pouco :). O que daqui a uns meses deve acontecer, digo eu. Já agora sabe quanto demoraria a carregar a bateria do Leaf 2.0 de 20% a 80% numa tomada doméstica? Seriam 2.4kW por hora, ou seja, 10 horas?
Refere carregar no PCR porque é o que está a funcionar e demora menos tempo? Comparativamente aos PCN acha que podem ser viáveis, caso estejam a funcionar em condições? Vai demorar mais, é certo, mas carregando 1x por semana não me faz grande diferença.
Também espero que o custo não seja exagerado, noutros países há relatos de que certas redes estão-se a aproveitar para colocar preços mais elevados.
No local de trabalho é um bocado como em casa, ou seja, em teoria se puxar uma extensão dá, mas na prática é complicado. Sem falar que não sei se os patrões iam muito nessa ideia.

Erbium Escreveu:Bem vindo.

Também sou da opinião que comprar VE e confiar na rede pública é muito arriscado mesmo fazendo poucos km's e tendo ai um PCR próximo...

BTW: relativamente ao cabo a passar da janela para o carro... cuidado com isso, podes ter problemas!

Ok, entendo. Sabe de algum caso em que passar o cabo da janela tenha dado problemas?
cfvp
 
Mensagens: 7
Registado: 11 nov 2017, 23:14

Re: Apresentação e dúvida

Mensagempor LuisG » 14 nov 2017, 00:34

Boas, sim referi o pcr por ser mais rápido, salvo erro anunciam 80% em 40m.
Recentemente visitei Coimbra e lamentavelmente confirmei o estado dos pcn, tive de recorrer ao pcr! Em 17m estava safo.
No PCn de 22kw vais carregar no maximo que o carro permite em Ac, ou seja 6,6kw.
A 2,4kw em 10 horas, tendo em conta que a eficiência não é a 100% deverás carregar cerca de 50% da carga, 21/22 kWh de bateria (isto no Leaf2.0).
Existe um groupbuy no facebook, dá uma vista de olhos. Na 1ª fase conseguiram um preço muito interessante.
AQS termossifão 300Ltrs + AC 1000W
Sócio da associação de utilizadores de veículos elétricos, http://www.uve.pt
DB SR Leaf
Avatar do Utilizador
LuisG
Proprietário Leaf
 
Mensagens: 565
Registado: 24 nov 2016, 09:57
Localização: Alenquer
Data de fabrico: 24 mar 2017
Capacidade bateria: 83,89 AHr

Re: Apresentação e dúvida

Mensagempor Erbium » 14 nov 2017, 09:23

cfvp Escreveu:
Erbium Escreveu:Bem vindo.

Também sou da opinião que comprar VE e confiar na rede pública é muito arriscado mesmo fazendo poucos km's e tendo ai um PCR próximo...

BTW: relativamente ao cabo a passar da janela para o carro... cuidado com isso, podes ter problemas!

Ok, entendo. Sabe de algum caso em que passar o cabo da janela tenha dado problemas?

Felizmente não, só estou a avisar... não esquecer que se alguém se magoar é você que vai ter de responder!
Imagem - Nissan Leaf MK2 24kWh
Erbium
Proprietário Leaf
 
Mensagens: 587
Registado: 06 ago 2016, 17:16
Localização: Margem sul
Data de fabrico: 0-11-2014
Capacidade bateria: 58Ah - 12 barras

Re: Apresentação e dúvida

Mensagempor cfvp » 14 nov 2017, 21:17

LuisG Escreveu:Boas, sim referi o pcr por ser mais rápido, salvo erro anunciam 80% em 40m.
Recentemente visitei Coimbra e lamentavelmente confirmei o estado dos pcn, tive de recorrer ao pcr! Em 17m estava safo.
No PCn de 22kw vais carregar no maximo que o carro permite em Ac, ou seja 6,6kw.
A 2,4kw em 10 horas, tendo em conta que a eficiência não é a 100% deverás carregar cerca de 50% da carga, 21/22 kWh de bateria (isto no Leaf2.0).
Existe um groupbuy no facebook, dá uma vista de olhos. Na 1ª fase conseguiram um preço muito interessante.

Ok, obrigado. Com uma wallbox não dá para aumentar a potência? Será que conseguiria chegar aos 6.6kW com uma wallbox ou um cabo EVSE?
Em relação ao groupbuy no facebook, eu vi algo sobre compra conjunta de vários Leafs no subfórum "Leaf segunda geração", mas já foi há 2 semanas e não sei se ainda dá. De qualquer maneira, ainda tenho que analisar melhor a situação e prefiro esperar para ver as outras versões e também algumas análises ao carro.

Erbium Escreveu:Felizmente não, só estou a avisar... não esquecer que se alguém se magoar é você que vai ter de responder!

Tem razão e agradeço o aviso. Obviamente que não é uma solução que me deixe descansado, mas por outro lado esse tipo de acidentes podem acontecer noutras situações semelhantes, como por exemplo se um estendal partir e cair na cabeça de alguém. No entanto eu percebo que um cabo a passar por cima do passeio (através de um suporte qualquer) pode ser mais perigoso.
cfvp
 
Mensagens: 7
Registado: 11 nov 2017, 23:14

Re: Apresentação e dúvida

Mensagempor Erbium » 15 nov 2017, 09:06

No cabo passa eletricidade no estendal não... ;)
Imagem - Nissan Leaf MK2 24kWh
Erbium
Proprietário Leaf
 
Mensagens: 587
Registado: 06 ago 2016, 17:16
Localização: Margem sul
Data de fabrico: 0-11-2014
Capacidade bateria: 58Ah - 12 barras

Anterior

Voltar para Apresentações

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Google [Bot] e 3 visitantes

cron